Padrasto é preso suspeito de abusar da enteada de 1 ano em Caldas Novas; a criança morreu!

Uma criança de 1 ano e 6 meses morreu na manhã desta sexta-feira (5/5), em Caldas Novas, após dar entrada no Pronto Socorro de Atendimento Infantil do município com múltiplos sinais de agressão pelo corpo e hemorragia interna.

Ainda na noite da última quinta-feira (4), foram presos o padrasto, suspeito de agressão sexual contra a criança e a mãe da menina, por omissão no caso.

Conforme relatório da equipe médica, a criança chegou ao hospital apresentando diversas lesões em seu corpo, provenientes de agressão física, e totalmente sem consciência. Foram empregadas diversas técnicas de reanimação, porém seu quadro clínico se agravou com um episódio de parada cardíaca, e o consequente óbito. A mãe da menina, que chamou o atendimento médico, alegou em um primeiro momento que ela tinha caído da cama.

Porém, devido a evidentes indícios de maus-tratos e violência física, a polícia civil encaminhou o corpo da vítima ao Instituto Médico Legal para que fossem apuradas as causas reais da morte. Segundo Laudo Preliminar de Exame Cadavérico, além das lesões corporais apresentadas, a vítima ainda possuía sinais inequívocos de violência sexual. A causa provável da morte teria sido um rompimento de órgãos internos, proveniente de violência sexual recente.

O Delegado Leylton Barros, titular da Delegacia de Caldas Novas, que coordenou as investigações, informou que o conjunto de provas reunidas apontaram para Fernando Marques Silva, 25 anos, como autor das referidas agressões sexuais.  Foi apurado ainda que tais violências eram praticadas sob a ciência e total omissão de Denise, mãe da menor.

O casal foi preso em flagrante e, se condenados, podem sofrer pena de 12 a 30 anos de reclusão.

(Fonte: www.jornalopcao.com.br, 05/5/17)

ANUNCIE AQUI e apoie essa causa!

Publicações relacionadas